• Rancharia, 13 de Novembro de 2019 | 02:26
  • Acessibilidade:
  •    

Univesp: Inscrições abertas para o vestibular  

Educação - 06/11/2019 | 08:13

Univesp

Foto(s): Univesp

A Universidade Virtual do Estado de São Paulo, Univesp, está com inscrições abertas para o vestibular até o dia 14 de novembro. Para Rancharia estão reservadas 10 vagas de licenciatura e mais 10 na área de computação. As inscrições devem ser realizadas pelo site vestibular.univesp.br.

Serão oferecidos seis cursos, com duas áreas. As de Licenciaturas em Letras, Matemática e Pedagogia e os voltados ao eixo de Computação: Bacharelado em Tecnologia da Informação, Bacharelado em Ciência de Dados e Engenharia de Computação.

As provas estão previstas para o dia 1º de dezembro, de forma presencial nas cidades que englobam diversas regiões do Estado de São Paulo. O início das aulas está previsto para fevereiro de 2020.

Não há limite de idade e o custo da inscrição é de R$ 45,00. Para participar, basta ter concluído o ensino médio ou estar cursando, com a conclusão até o período da matrícula.  

De acordo com o presidente da Univesp, professor Rodolfo Azevedo, também será concedida a redução de 50% do valor da taxa de inscrição, em conformidade com a Lei Estadual nº 12.782, de 20 de dezembro de 2017, aos candidatos que preencham os seguintes requisitos: estejam regularmente matriculados no ensino médio ou equivalente, no 3º semestre da Educação de Jovens e Adultos (EJA), em curso pré-vestibular ou em curso superior, em nível de graduação ou pós-graduação ou que recebam remuneração mensal inferior a 2 (dois) salários mínimos ou desempregados. Os benefícios são concedidos no site do vestibular. No momento da inscrição, basta clicar em “redução de taxa” ou “isenção”.

Ainda segundo Azevedo, os alunos do eixo de Computação, farão a opção entre os três cursos, após um ano e meio: Bacharelado em Tecnologia da Informação, Ciência de Dados e Engenharia de Computação, que teve a grade reformulada. “Para esse processo seletivo, seguimos o parecer 266/2011 do Conselho Nacional de Educação (CNE/MEC), que normatiza o BTI. O aluno terá a possibilidade de se formar em três anos, como bacharel de Tecnologia da Informação, se continuar por mais um ano, será um cientista de dados e se prosseguir por mais dois, se forma engenheiro. O setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) foi responsável por 7% do PIB de 2018 e gerou 43 mil novos trabalhos. De acordo com relatório da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), a área demandará 420 mil novos empregos até 2024”, completou.

Os ingressantes nas Licenciaturas, cursarão um ano de ciclo básico, com opção de habilitação a partir do 2º ano em: Letras, Matemática e Pedagogia. “O estudante terá mais flexibilidade para a escolha, melhor entendimento de seu itinerário formativo, além de ter a integração com graduandos de outras habilitações, o que contribuirá para sua formação e no desenvolvimento de projetos integradores multidisciplinares”, afirma o presidente.

Os cursos, totalmente gratuitos, são realizados em Ambiente Virtual de Aprendizagem, plataforma on-line na qual os estudantes desenvolvem atividades acadêmicas, que incluem assistir a videoaulas, acessar material didático, bibliotecas digitais e tirar dúvidas do conteúdo com tutores e facilitadores. Já os polos são espaços físicos, onde os alunos contam com infraestrutura (computadores, impressoras e acesso à internet) e realizam atividades como provas e discussões em grupo. Em Rancharia o polo será na E. M. Dr. Julio Lucant.

Compartilhe