Notícias
 
 
Versão para impressãoEnviar para amigo

Pacientes do CAPS aprendem sobre Leishmaniose

Os pacientes do Centro de Assistência Psicossocial, CAPS, participaram de palestra sobre Leishmaniose e aprenderam sobre a doença e formas de prevenção.

A responsável pela informação, educação e comunicação da Equipe de Controle de Vetores Fernanda Calixto e o professor de educação ambiental Adriano Jardim foram os palestrantes e abordaram as formas de prevenção como uso de repelentes, telas de proteção em janelas, manter a casa e abrigos de animais domésticos limpos, além de realizar a poda periódica de árvores e folhagens. Também é importante evitar acúmulo de lixo orgânico e animais soltos nas ruas.

Os palestrantes ainda explicaram que a doença é transmitida por meio da picada do Mosquito Palha. O parasita transmissor geralmente se hospeda em cães no meio urbano e assim pode ser transmitido para os humanos. É importante ficar atento aos sinais que os animais apresentam, como ferimentos na pele, costas, focinho e orelhas, lesões na córnea, unhas crescidas, desanimo, aumento do volume do fígado e baço. Em caso de dúvida, procurar a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, pelo telefone (18) 3265-2060.

Quanto ao ser humano eles comentam que os sinais são febre, aumento do volume do fígado e baço, emagrecimento, complicações cardíacas e circulatórias, desanimo e palidez. No caso de apresentar alguns desses sintomas, procure a unidade de saúde mais próxima.

A palestra ocorreu no dia 7 de agosto, fez parte das aulas do Centro de Educação Ambiental em parceria com a Equipe de Controle de Vetores e CAPS.

Confira mais fotos aqui.

Fonte: Imprensa

MAIS NOTICIAS